II DESAFIO BOPE – PM Bahia

thumbnail

Maior susto da minha vida, deveria ter procurado saber ou prestado mais atenção quando o locutor falava algo sobre um tal de “Fire Ball“, mano o que foi aquilo, a primeira explosão eu me tremi todo, umas 3 a 4 vezes, que susto!

Estou acostumado a soltar fogos no São João, deste de pequeno e nunca me assustei com explosões, mas no momento que você está distraído. Não tem santo certo que o segure, a reação é imediata!

A prova foi desafiadora para os competidores, 3.2 KM e 10 obstáculos, mas para quem estava lá fotografando, acredito que tenha sido o melhor evento. No total foram 10 pelotões, com 250 competidores cada, os competidores chegavam desgarrados, molhados, sujos, cansados e essa era a melhor hora e forma de fotografá-los, conseguir registrar mais de 1.000 competidores individualmente e estou feliz com o meu resultado.

Configuração

Foram mais de 6.000 fotos tiradas, com a perda de 1.000 (aprox.). disponibilizando aos atletas 4.130 e 38 para o evento.

Por ser uma competição de muito movimento, configuração TV, com velocidade de obturador 1/2000, ISO automático limitado ao máximo de 3200.

EQUIPAMENTO: Canon EOS 77D + Lente Canon 70-200mm F4.

Pós-processamento

Simplesmente a irritação do dia e do pós-processamento foi causada por um descuido meu, nunca achei que aconteceria, mas aconteceu.

Durante as fotos ao mudar a câmera de horizontal para vertical e vice-versa no intuito de acertar alguns enquadramento, a “almofada” da minha mão conseguia desconfigurar a compensação de luminosidade da câmera a todo instante (até cheguei a perceber, mas toda hora mudava), muitas fotos estouradas por causa disso, uma perda de quase 1.000 fotos, conseguir recupera algumas, mas as outras foram jogadas no lixo, pelo meu descuido conseguiu deixar algumas partes dos atletas da mesma cor do céu.

“Ah, Ciro porque você não travou os botões da câmera?”

E se eu ti contar que fiz isso, mas deixei de fora da configuração a roda de compensação (burro!). Mas acredito que erros vem para nos ensinar, agora já deixei a configuração como deveria, na próxima não tem erro!

Conclusão

Esse foi um evento de aprendizagem, nele eu errei e assim conseguir me organizar para que esses erros não aconteça mais, preciso só me acertar com a regulagem do meu monope, ainda me esbarro em que altura deixar e quando os competidores chegam muito perto em grupo, querendo aquela foto com a galera, fico meio atrapalhado. Talvez esteja a hora de investir em uma câmera secundaria (usada, quem sabe) com outra lente mais aberta.

Estou juntando, correndo atrás da Canon EOS 90D são 4~5 fotos por segundo a mais em relação a minha Canon EOS 77D e com maior resolução, podendo me deixar mais tranquilo na hora dos “crops“.

Até o próximo evento!

Meu nome é Ciro Mercês Brandão, Brasileiro, Baiano e vulgo “papa-jaca” natural de Santo Antonio de Jesus/BA. Atualmente tenho 32 anos e sou graduado em Administração de Empresas pela Faculdade de Ciências e Empreendedorismo (FACEMP) turma de 2008.2 e atualmente aluno do MBA em Logística Empresarial e Supply Chain na Universidade Salvador (Unifacs) turma 2019A.

Deixe uma resposta

Voltar para o inicio
Abrir Chat
Precisando de Ajuda?
Powered by
%d blogueiros gostam disto: